Psicologia Ambiental





      Saudações leitores  : )
     Sou a nova postadora  do blog e por sinal muito feliz pelo convite.
        Meu primeiro post não vem falar de música ou qualquer   tipo de arte por mais que eu goste. Venho falar de um assunto urgente. Sim  urgente !
       Você pode me dizer que preocupações ambientais não são nada de urgente. Mas será que isso é mesmo verdade? A água que você bebe, que toma banho, o que você come ,sem citar também o ar que você respira. Será que nada disso é importante? Não tinha pensado nisso não é. Mas está passando da hora de pensar. E um modo de começar a mudar esse problema não só ambiental como também psicológico (sim psicológico ) é entender um pouco sobre o porque não agimos

De acordo com o vídeo produzido a partir de pesquisas do Especialista em Marketing e Tecnologia Nicholas Gimenes , achei muita coisa interessante que abre os nossos olhos em relação a nós mesmos.
Primeiro alguns dos motivos pelos quais não agimos.

Nosso cérebro responde melhor as ameaças que são:

·         Visíveis ao Nosso cérebro
·         Imediatas
·         Iminentes
·         Tem causas simples
·         Têm precedentes
·         Tem impactos pessoais diretos
·         São causadas por alguém, não por “nós”

E enfim o problema final : Crise Climática não apresenta nenhuma dessas características.

         O Vídeo também fala sobre o fator Tempo. Porque todos esses estragos que estamos fazendo, mostram seu resultado a longo   prazo e não a curto ,e isso é mais um problema  para os “desconfiados” que somos nós. As soluções apresentadas parecem ser vagas e longe de nós. Como é uma acusação coletiva, sempre jogamos a culpa no outro . Além do mais é muito mais fácil “deixar pra lá”. E vamos nós envolvendo em cada vez mais desculpas.
      Os programas famosos de luta pelo meio ambiente também não têm sido muito objetivos e acabam muitas vezes com uma imagem de manipuladores, e como queremos nos safar da responsabilidade nos apegamos a qualquer possibilidade de dizer que tudo não passa de uma grande mentira.

O vídeo cita entre todas essas nossas barreiras psicológicas e erros de marketing de Ongs ,outras barreiras psicológicas como ignorância ,incerteza e principalmente negação como citei acima. Há mais uma série de barreiras psicológicas citadas no vídeo e creio que vale muito a pena ver . .
Agora algumas soluções indicadas .Escolhi dois trechos do vídeo ,mas há muito mais nele.

          Ideias para Superar a Resistência
·         17. Visualização e Informação• Conte histórias individuais. Temos mais empatia quando vemos uma criança sofrendo, ou alguém que adotou práticas sustentáveis com sucesso, do que falando de populações ou países. • Atenção na Linguagem. Exemplo: Aquecimento Global é menos impactante do que Crise Climática. • Foque no que as pessoas podem perder. Elas se preocupam mais em não perder do que em ganhar. • Prefira frequência à porcentagens:"1 em 1000" dá mais impacto do que “0,1%”• Aproveite as oportunidades das datas comemorativas e eventos


·         18. Visualização e Informação• Não fale apenas. Mostre, comprove, envolva, inspire, demonstre. Use vários recursos - meios visuais, auditivos, cenestésicos. Faça eventos, promova interação. Leve as pessoas para o contato com a natureza, coma degradação e com lugares sustentáveis. As pessoas precisam saber como ajudar realmente, o que agrava o problema, quais soluções são mais eficazes, e quais as implicações positivas e negativas da mudança na vida delas. • Mantenha as informações acessíveis. Facilite a busca, a visualização, a comparação e o esclarecimento de dúvidas.


O meu trecho favorito é este:
“O Antídoto da Apatia – Dave Meslin: Acredito que as pessoas são inteligentes, incríveis e se importam. Enquanto acreditarmos que as pessoas são egoístas, ignorantes, preguiçosas - não há esperança. Precisamos REDEFINIR a Apatia, não como um defeito pessoal, mas como uma série de Barreiras Culturais que dificultam o engajamento. Assim, podemos IDENTIFICAR quais são essas barreiras e DESMATELAR o maior número delas possível.”

Bem... Acho que a essa altura você já deve ter entendido a proposta não é. Temos que quebrar nossas barreiras psicológicas, crenças e preconceitos. Mudando nossa mente, teremos a coragem e a atitude para assumir essa responsabilidade que é de todos nós.
Deixo aqui  o vídeo ,te convido a assistir e compartilhar esse conhecimento.



10 comentários

  1. Ah,obrigada pela opnião!
    Também acho legal! Que bom que gostou,srsr.
    Mas,continue assim! Ser otaku é muito legal,beijos!

    Seguindo aqui !
    Segue lá também ?
    http://cherrypimenta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, sou Laura Arvellos dona do blog Garotas Up. Amei seu blog, seguindo!
    Parabéns pela postagem, beijos!

    @larvellos

    TEM NOVA POSTAGEM LÁ NO BLOG SE GOSTAR, SIGA DE VOLTA E COMENTE:
    http://garotas-up.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Laura :).Daremos uma olhada .Não se esqueça de voltar

      Excluir
  3. Psicologia é uma coisa fantástica. Pra você ver como ela explica tudo, e até mesmo o porque de não nos ligarmos tanto nos problemas ambientais. Pra ser sincera, o post me fez rever meus conceitos, porque eu mesma sou uma revoltada mais ligada nas noções morais da sociedade. Ar, água, aquecimento global... Essas coisas nunca me chamaram muita atenção.
    Adorei o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada.Realmente psicologia faz a gente compreender as razões de certas coisas e só assim a gente pode rever os conceitos e acabar com as nossas barreiras.Fico feliz que o post tenha feito você rever seus conceitos .

      Excluir
  4. Já tá mais q na hora das pessoas se conscientizarem em relação a isso. Esse é um problema sério, mas as pessoas ainda não se tocaram disso.
    lovingmay.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resta nós termos esperança de que gente o suficiente acorde a tempo.
      Não de esqueça de voltar :)

      Excluir
  5. Gostei da ideia do post. A gente realmente precisa tocar em algumas feridas pros outros abrirem os olhos, não acha??
    Sou daquelas que acredita que o aquecimento global é um fenômeno natural e mesmo assim é acelerado com a presença do ser humano. Cheguei a essa conclusão depois de um longo debate com minha professora de Climatologia em uma das aulas.
    Mas, sendo natural ou não, temos que agir e melhorar nossas condições.

    Baci!

    Cowgirls from Hell

    ResponderExcluir