Blog em reforma. Novidades em breve!

45% completo

// //

A gloriosa morte

Comente!

É muito simples, a morte vangloria toda uma obra!
Quando algum musico, pintor, poeta, escritor morre
sua obra parece ganhar um valor inestimável.

Foi assim quando James Dean se foi,
foi assim quando Marilyn se foi,
foi assim quando Elvis se foi,
quando John se foi,
quando Amy se foi,
quando Renato se foi, 
quando Kurt se foi,
quando Bob se foi,
quando Freddie se foi, 
quando Cassia, Cazuza, James, Maysa, e tanto outros que sou incapaz de me lembrar!

 Talvez o trabalho engrandeça os homens,
mas a morte os engrandece muito mais!

É incrível como aparecem fãs do nada quando alguém morre,
como eles parecem ser tão geniais,
sendo que ontem estavam esquecidos...
Devemos amar nossos ídolos não apenas na morte,
mas também em vida!
Para os fãs de verdade, doí pensar que jamais ouvirá uma musica nova,
ou uma nova obra ou um novo filme,
doí saber que você jamais poderá vê-lo de perto, 
que seus sonhos de conhece-lo e abraça-lo acabaram!

Sim, todos estes grandes artistas que morrem merecem o nosso respeito,
mas eles o mereciam desde sempre!
Mas somos hipócritas o bastante para ama-los apenas depois de sua morte,
para baixar as musicas e canta-las apenas depois que a pessoa se foi!
Será que era isso que eles pretendiam com suas musicas ou atuações ou obras?
Não os reconhecemos vivos por que temos vergonha ou por que somos pessoas profundamente alienadas, que só gostam do que está no jornal ou no Facebook?
É estranho ver que muitas pessoas que nem se importavam com a pessoa,
ou ate mesmo criticavam,
quando veem uma nota com a morte da pessoa, comentam e postam fotos dizendo que perderam um ídolo!

Deixo claro que uma coisa é respeito e a outra é falsidade!

Hoje mesmo é um daqueles dias em que milhares de pessoas estão dizendo que Chorão (vocalista do Charlie Brown, encontrado morto em seu apartamento) era um grande musico e que fará falta, e o pior é que a maioria destas pessoas o conhece apenas por ter feito (por seguidos anos) a abertura da novela Malhação.
Eu me pergunto se ontem, essas mesmas pessoas estavam pensando que ele era uma pessoa maravilhosa, na verdade, chego a suspeitar que a maioria nem conhece sua obra.
A falsidade e a falta de coragem do ser humano para admitir o que gosta e o que não gosta chega a ser assustadora.

Me pergunto quem mais teremos que perder para começar a dar valor aos nossos artistas.

Mas o mais irônico é ter que morrer 
para ser eterno!

"O tempo às vezes é alheio à nossa vontade, mas só o que é bom dura tempo o bastante pra se tornar inesquecível."
-Chorão

  1. Adorei o post. Também fiz um em homenagem pra ele, eu gosto MUITO de cbjr!

    Eu tenho que concordar que realmente brotou fã até do boeiro, mas acho que o Cbjr é uma banda que TODO MUNDO gostava, não só quem curte rock, e por isso acabou polemizando tanto.
    Até meus amigos tr00 do metal e do hard rock ficaram sensibilizados ... ele realmente foi um grande ícone da musica nacional.

    Pra mim foi uma perda inexplicável.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Chará! Que lindo texto, fico indignada com o que acontece. Depois de que o cantor morre, todo mundo fica postando aquelas frases de luto no facebook como se fosse fã ou como se realmente gostasse e conhecesse. Eu, de verdade, descobri quem era Chorão no dia da morte dele e eu falo isso porque eu não fiquei fingindo ser fã. Demonstrei respeito porque sei que ele merecia, assim como todos merecem, mas apenas.

    Sorteio valendo um kit de pincéis de 2 anos de MNQ, participe: http://bit.ly/XevkcD

    Beijos, Fernanda.
    www.meianoiteequinze.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa seu texto disse tudo o que eu sinto, desde que o Michael Jackson morreu eu vi isso acontecer, fico super revoltada com coisas desse tipo. As pessoas são muito falsas e retóricas, odeio isso!
    Obrigada pelo carinho lá no blog, estou seguindo e curtindo aqui :3
    xoxo
    Universo Vanguarda

    ResponderExcluir
  4. Olá Dani, Fernanda e Paula! (:
    Não vou mentir e dizer que eu era a maior fã do Charlie Brown Jr., mas eu curti bastante as musicas deles no começo da minha adolescência e fiquei sim muito triste com a morte do Chorão, ainda mais pelos motivos e pela especulação de suicídio que a mídia vem divulgando! Mas vamos voltar ao assunto principal: é verdade que muitos artista, em geral, são mais valorizados depois de mortos. Os dois maiores exemplos disso são Michael Jackson e Whitney Houston, que morreram e tiveram sua musica relembrada pelo publico, sendo que ambos estavam distantes da mídia a um certo tempo. A verdade é que a morte é sinônimo de dinheiro! Sim, a morte gera lucro! Em pouco tempo a musicas desde dois artistas voltaram para as paradas de sucesso e voltaram a ter CD's e DVD's vendidos. E como sempre tiveram uma legião de fãs relâmpago, que ficavam em redes sociais postando coisas que nem mesmo sabiam. O pior é que o mundo está cheio de pessoas assim: falsas e alienadas, que baixam musicas ou filmes, só porque está na moda ou porque o artista morreu! Só que para os fãs, esse é um momento doloroso. Então na duvida, faça o que a minha chará disse: Apenas demonstre respeito!
    Obrigada pelos comentários e um beijo a todas! :*

    ResponderExcluir
  5. Gente, adorei o texto!
    É triste, mas alguns artistas ganham uma idolatria diferenciada depois da morte...Principalmente os que morrem mais cedo, percebeu?
    Achei linda a homenagem, tá de parabéns!

    Baci!

     C.F.H.

    Curta aqui!

    ResponderExcluir
  6. Acho que a morte acaba sim, valorizando. Afinal, a morte eterniza. Mas eu entendo bem o que você quis dizer. Bem, eu sempre gostei do Michael. haha

    ResponderExcluir
  7. Ah, e preciso dizer que li também o seu post sobre o Straight Edge, e simplesmente me apaixonei pela conduta, pelo ideal, e pelo símbolo. Vou aderir rs, e favoritei seu post.

    ResponderExcluir