Escolha a calma: por você, pelo outro e pelo mundo.

escolha a calma

O trânsito está caótico, a cidade barulhenta, sirenes a solta, extrema poluição visual e sonora, as pessoas não se respeitam, o amor está em falta, falta organização, seus nervos afloram a pele, os outros só criticam, sua cabeça está pronta para explodir... O que fazer nessas horas? O que pensar nesses momentos de turbulência quando se vive em uma sociedade pós-moderna que a cada dia parece te esmagar? Meu caro, eu te digo: entre o sufoco e o estresse, escolha a calma porque ela sim irá te salvar dessa loucura-de-cada-dia.

***

Era mais um dia comum quando eu estava num evento que ponderava a prevenção de maus tratos a idosos. Vi muitas palestras ressaltando os dados alarmantes e assustadores sobre a crescente violência contra a terceira idade, pessoas mostrando o lado negro do ser humano; o que um filho é capaz de fazer com a própria mãe...

Foi quando uma adorável e simpática senhora subiu ao palco com sua serenidade e disse a todos para escolher a calma. Todos a fitaram tentando entender com olhares do tipo “como assim?”, “pra quê?” e “do que ela está falando?”. Uma senhora de voz mansa que havia escolhido a calma há nove anos nos convidava a fazer o mesmo. Esperávamos que ela fosse cuspir mais dados sobre nossas mentes e tocar nosso íntimo instigando-nos a prevenir a violência aos idosos. Mas não, ela fez melhor, apenas usou a calma e ensinou para quê e quando usá-la.


Escolha a Calma é para você que, como todo o ser humano, tem o poder de escolher acessar um estado interno de paz, mesmo nas situações mais estressantes. Escolha a Calma procura cooperar com todas as pessoas, sem distinção de qualquer natureza, em todos os ambientes ou situações: nas famílias, escolas, condomínios, clubes, empresas, instituições públicas ou privadas e na sociedade em geral. Escolha a Calma é uma campanha humana e essencialmente inclusiva. Não tem contraindicação e pode ser utilizada a qualquer momento, independe de idade, sexo, cor, religião ou poder aquisitivo.”

O nome daquela senhora infelizmente me foge a memória, mas sei que ela representa a Organização Brahma Kumaris e nos ensinou 12 valores a fim de atingir a calma:

“Com base na reflexão e na prática de 12 valores – amor, perdão, tolerância, confiança, respeito, humildade, paciência, flexibilidade, humor, compaixão, cooperação e gentileza, oferece ferramentas que ajudam as pessoas a superarem o medo e a raiva e a escolher a calma nas situações do dia-a-dia.”

São tantos valores a serem trabalhados, então quando, onde e quais escolher?  Quando escolher? Onde e quando quiser: nos encontros com a família, com os amigos, na escola, no trabalho, quando o trânsito estiver engarrafado, quando a mágoa tomar conta, quando a felicidade estiver transbordando... A calma é para você refletir, por isso não importa a hora e nem o lugar.

Durante a palestra, recebi dois cartões contendo um valor cada para atingir a calma, sendo eles o perdão e a flexibilidade. Neles contém também a aplicabilidade e o significado do valor. Claro que já recorri ao site para conhecer melhor os outros dez valores! :)

Visitando o site da campanha, escolhaacalma.org.br, você encontra um acervo incrível que irá lhe incentivar e auxiliar ao optar pela calma. Além de ter o guia completo com os 12 passos para a calma, você tem acesso a reflexões “calminhas” na forma de revista digital, sons e tons para acalmar a mente, inspirações para meditação (a que mais amei!), além de muito mais. Você pode ler mensagens e se inspirar para escolher a calma pelo facebook também  ;)

Já comecei a praticar a calma. Meu conselho é que perante situações estressantes, você pare, conte até 10 (sim até dez!), reflita sobre a atitude que você irá tomar e pergunte-se: vale mesmo a pena ofender o outro com palavras grosseiras? É dessa forma mesmo que você irá agir? Isso te trará ressentimentos?

Escolha a calma é uma campanha sem fins lucrativos promovida pela Brahma Kumaris, uma organização internacional que tem como objetivo a revalorização do ser humano para a construção de um mundo melhor. Com sede mundial na Índia, possui 8.500 escolas em mais de 120 países. Sem fins lucrativos, sua atividade é mantida por serviço voluntário e contribuições espontâneas.

E você, pronto(a) para escolher a calma?


10 comentários

  1. Esse é um daqueles posts que eu fico querendo mandar pra todos meus amigos reclamões/estressados/revoltados/etc. Posso humildemente dizer que sou quase a personificação da calmaria, kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas você realmente é! Nem sei como você consegue manter esse bom humor sempre e ainda por cima transmitir essa sensação de paz pra gente... acho que você é daquelas "pessoas que já nasceram com esse dom".
      Obgd, sua linda!

      Excluir
  2. Muito linda essa campanha! Nesse mundo caótico em que tantos praticam a intolerância... escolher a calma é um passo para uma convivência humana muito melhor.

    Obrigada pela visita!
    Beijooos
    comvistaparavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso Daiana! Precisamos estar/ser mais calmos antes de tomar certas atitudes para não ter consequências graves posteriormente.
      Eu que agradeço pelo feedback!
      Abraço.

      Excluir
  3. HUUM, boa reflexão pro dia. Calma, onde está a minha calma? HAHAHA. Às vezes a gente intensifica os problemas e eles acabam nos engolindo, ein? É uma iniciativa legal, mas é preciso estar de mente aberta pra isso. Por enquanto, aceito as músicas calmas e seguirei no facebook pra ir incluindo aos poucos essa filosofia que pode mudar tanto a nossa percepção de mundo.

    Muito bom o post <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comecei assim também Aline! Fazia alguns anos que eu não meditava (nem sei porque parei) e ouvir os sons e tons me fizeram relaxar e ficar mais tranquila. Ultimamente eu estava atirando pedra para tudo que é lado, essa campanha serviu como luvas p/ mim no momento certo. Ufaaa u.u'

      Excluir
  4. Muito bom o assunto do post e a forma como você o tratou. Era o texto que eu necessitava ler, já que ando muito estressado com tudo, com a sensação de que cedo ou tarde vou explodir e me arrepender amargamente depois.

    Obrigado por me lembrar que o ódio nunca vale a pena, mesmo que ele te sufoque por dentro.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Vitor, fico muito feliz que esse pequeno post tenha sido de grande valia para você. Espero que você consiga encontrar a calma que precisa para contornar a situação (seja ela qual for) em que você se encontra.
      Abraços!

      Excluir
  5. Eu passo longe da calma, confesso, por isso gostei tanto do seu post, acho que tanto você quanto a senhora tem razão, nesse mundo louco de caos o melhor que temos a fazer é escolher a calma. Adorei o projeto e vou buscar mais sobre ele. E, sem sombra de dúvidas, vou escolher pela calma.

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolhe sim Gabi! Você não vai se arrepender, só tem a ganhar com isso. Fora o sentimento de se sentir mais levinha...

      Excluir