Blog em reforma. Novidades em breve!

45% completo

// //

Veja bem, rapaz

Comente!
Blog Perspectiva Nova

Caminhávamos na praia deserta, a noite se aproximava e o vento frio que nos abraçava trazia o cheiro do mar. Acabo de despertar de um sonho cruel onde disseste a mim tudo o que eu sempre quis ouvir de ti na tua voz e jeito de falar. Entre risos e carícias, desfrutávamos a beleza daquele sentimento. Embora extasiada, tento assimilar o que é real do que é ilusão e vou me martirizando sem piedade. Como pode minha mente ousar reproduzir um desejo tão intenso dessa forma quando sabe que tenho que te esquecer a qualquer custo? Você me pegava pela cintura, afastava vagarosamente as mexas de cachos do meu rosto e fingia que ia me beijar.

Em mim, uma pitada de alegria somou-se à tanta solidão. Estou aqui no auge da madruga desfiando lentamente lembranças de nós (ou do que um dia fomos e poderíamos vir a ser). Escutando aquelas músicas antigas que costumávamos ouvir no carro enquanto você dirigia. Dou risadas recordando do quão ridículo era você interpretando a melodia... E eu amava! Amava cada milímetro do seu ser e, dada as circunstâncias de como ainda estou balançada, desconfio que continuo amando.

Veja bem, rapaz, eu não podia levar isso adiante se não tínhamos um rumo certo. Me prometeste mil e uma aventuras, mas continuava no mesmo lugar. E não pense que foi tão simples dizer "adeus e boa sorte". Quantas vezes eu disse que um dia partiria de vez e você me disse para ficar e ter calma que as coisas se ajeitariam? Acreditei nisso e permaneci. Todavia, me recusava a crer que era você o autor das complicações. Fui forte, vesti o pouco de dignidade que ainda me restou e fui, sem olhar pra trás.

Embora a luta seja interna, meu corpo está cansado, triturado, fatigado. Sinto como se estivesse lutando a unhas e dentes contra leão atrás de leão numa tentativa de domesticar meus sentimentos, que eu sequer sabia serem tão selvagens... E assim vou tocando a vida. Tentando me desintoxicar dessa paixão doentia que senti. E estou conseguindo aos pouquinhos! Ouço os comentários a seu respeito e não me abato. Às vezes te vejo passar, respiro fundo para não correr a seu encontro e te envolver. Quando pronunciam seu nome já não me corta por dentro como antes. É verdade, sim, que estou destroçada, mas disfarço bem. Porque eu tenho certeza que vou sobreviver a essa dor assim como já superei situações piores; porque agora estou pensando no melhor para mim.

Amanheceu tão depressa que não consigo diferenciar a manhã da tarde. Fiquei refugiada entre as cobertas e o escuro, vislumbrando seu rosto ao meu lado e dormindo com seu fantasma que já não me assombra mais. E hoje não quis relutar contra nada. Somente hoje, que o sol completaria sua volta ao redor da nossa história. Peguei o telefone inúmeras vezes e fiquei o fitando entre as mãos esperando que o mesmo me dissesse o que dizer a você. Entre tantas palavras, escolhi as do silêncio. Aliás, nem havia o que ser dito. Sua decisão já estava tomada e eu não mais insistiria em mudá-la. Não seríamos mais que aquilo. "Sua cabeça, sua sentença".

Sinto saudades e a pior delas é daquilo que não foi, nem poderia vir a ser. Você sempre me alertava: "moça, não crie expectativas". Já tinha criado todas possíveis. Me pergunto por onde andava aquele meu lado que costuma desconfiar das coisas insistentemente. Mas, te juro de coração que não criei tampouco imaginei para nós algo que fugisse daquilo que me disseste.

Já quis te entender tantas vezes! No momento, isso não me importa mais. Não me importa que você tenha me deixado partir sem me responder. Não me importa mais a sua versão, se você sentiu minha ausência, se você já se importou realmente alguma vez. Nunca pensei que alguém com tanta luz como você poderia machucar outra pessoa sem o menor pudor envolvendo-a em mentiras, ilusões e traições. Ainda mais quando essa pessoa só queria o melhor pra ti. Qual a graça de brincar com os sentimentos dos outros? Você é mais que isso, meu rapaz, eu sei disso. Por isso, tenho tanto medo que um dia te façam o mesmo. Espero que antes disso, o amor ao próximo já se faça valer em sua vida. Que algum dia você ame e seja amado incondicionalmente um amor puro e revolucionário.

: