Blog em reforma. Novidades em breve!

45% completo

// //

Gratidão

Comente!

Hoje acordei cedo, antes mesmo de o despertador tocar. Acordei me sentindo leve, deslizei meu corpo rolando sobre a cama, caminhei descalço sobre o chão frio, abri as persianas e admirei a chegada do sol - ele apontava ao horizonte mansamente com seu brilho majestoso. Respirei fundo e devagar uma, duas, três vezes... e dentro de mim senti florescer um sentimento que há muito não se manifestava: a gratidão.

Quando se é ambicioso, meu amigo, e quando permitimos que isso nos guie descontroladamente, perdemos a capacidade de se sentir grato ao que temos, ao que somos e torna-se inevitável cair num ciclo vicioso e cruel: onde quanto mais temos, mais queremos e nunca estamos satisfeitos. Por isso e por outros motivos é que rompi com esse ciclo. Não que a ambição seja negativa, mas é preciso ser sábio para usá-la a seu favor e para o bem.


Tomei uma xícara de café bem forte, comi, tomei banho, estudei, trabalhei, tive que lidar com situações desconfortáveis... A princípio, nada de especial na rotina exceto que eu a vivi intensamente sem reclamar, sem me martirizar por ter que me esforçar tanto para cumprir meus objetivos, sem me julgar por não me achar boa para fazer aquilo que me propus, sem me estressar com os demais problemas. Apenas vivi. Sorri mais, fui gentil com as pessoas, exerci a paciência, não deixei as emoções tomarem conta de mim.

E, sim, me permiti ser feliz aceitando meu modo de vida, aceitando meus erros, meu jeito, sobretudo, me aceitando.  Pelo menos hoje. Deixei esse sentimento crescer e então veio a felicidade de ser quem eu sou, de fazer o que faço, de estar onde cheguei, de possuir aquilo que conquistei. Gostei de estar sob a pele que habito, apreciei cada traço da face, lembrei da minha família e fiquei feliz por aquela ser a minha família.

Estou sintonizada nessa energia gostosa e é nessa frequência que sigo meu caminho: conectada num estado de paz e libertação.

O sol já se pôs e o espetáculo agora é protagonizado pela lua. Vou dormir tranquila, agradecida por estar bem comigo mesmo, grata pelas oportunidades que tive hoje.

: